Doutor, porque são as minhas fezes verdes?

Manuel G | 29 Novembro 2019

person wc

Fezes verdes, fezes pretas, fezes amarelas... As fezes podem ter cores diferentes e explicamos o seu significado.

Talvez a alguns leitores tenha acontecido, e talvez a outros nunca tenha acontecido. Mas encontrar fezes verdes na casa de banho nunca é agradável.

Embora não exista qualquer dúvida de que, se for esse o caso, a situação impacta muito e a preocupação é exacerbada pela cor das nossas fezes.

Embora os pigmentos de muitos alimentos possam influenciar em grande medida, em termos gerais, o principal culpado da coloração de nossas fezes é a bílis, substância que o nosso fígado produz e que é responsável por realizar a digestão das gorduras. A bílis contém pigmentos biliares, como biliverdina ou bilirrubina, que são responsáveis por fornecerem coloração às fezes.

Fezes verdes: tudo o que precisa saber

Aquando de uma deposição normal, livre de doença, as nossas fezes tendem a adquirir uma cor castanha, devido à ação conjunta da bilirrubina e bactérias intestinais. Desta forma, no final do processo, a bilirrubina acaba por se transformar em estercobilina, um pigmento castanho que é responsável pela coloração das fezes.

No entanto, quando sofremos de uma doença gastrointestinal que ocorre com diarreia, pode acontecer que, em uma das muitas vezes que vamos à casa de banho, encontremos a cor verde. Não é motivo para se assustar, mas se a situação ocorrer, seria ainda mais conveniente ser visto e medicado por forma a evitar a desidratação do corpo.  A cor verde nas fezes é causada pelo facto de que tudo o que comemos passa rapidamente pelo nosso sistema digestivo. Tão rápido que quando a bílis é expelida, praticamente não muda e, a biliverdina (com pigmentação esverdeada) não tem tempo de se reduzir à bilirrubina.

Fezes verdes, fezes brancas, fezes pretas, fezes vermelhas, fezes amarelas ...

Além do caso mencionado, existem outros distúrbios que alteram a cor das fezes.

Vejamos alguns:

- Fezes brancas ou acinzentadas e aspeto gorduroso: geralmente aparecem devido à falta de bílis (não fornece coloração) e o aspeto gorduroso deve-se ao facto de as gorduras não serem digeridas e sendo expelidas intactas.

- Fezes pretas: podem ser causadas por excesso de ferro (alguém que tenha tomado suplementos de ferro certamente reconhece a situação), ou também pela presença de sangue devido a hemorragia no trato digestivo superior (estômago, duodeno ou início do intestino fino).

- Fezes vermelhas: perda de sangue no trato digestivo inferior (intestino grosso)

- Fezes amarelas: uma tipologia de fezes claras, pode indicar que há um problema com a excreção de bílis.

Por último, relembre também que, como mencionámos no início, pode ser o caso de certos alimentos alterarem a cor dos nossos movimentos intestinais. É o caso dos espinafres que lhes confere uma cor verde escura; ou do arroz preto, do qual imagino não ser necessário mencionar a cor que confere devido à tinta de lula; ou de muitos outros alimentos de excelente pigmentação consumidos em grandes quantidades. No entanto, isso é normal e não está associado a nenhuma patologia, pois é causado simplesmente pelos pigmentos dos alimentos ingeridos.